domingo, dezembro 4, 2022

PR AVANÇA DESAFIOS DO SECTOR

Date:

Com a garantia dada pelo Presidente da República, João Lourenço, durante o discurso sobre o estado da Nação, proferido no último sábado, 15, na abertura do ano Parlamentar na Assembleia Nacional.     

O Executivo continuará a desenvolver acções para a criação de um ambiente favorável à captação de investimentos, com o objectivo de manter a produção de petróleo bruto acima de um milhão de barris por dia, ao longo dos próximos anos, impulsionar a reposição de reservas de petróleo, desenvolver novos projectos de monetização do gás natural não associado, optimizar e fomentar a produção de produtos refinados de petróleo bruto, no sentido de garantir a autossuficiência do país, no que se refere ao petróleo e gás. 

No tocante ao petróleo bruto, o Titular do Poder Executivo disse que “o declínio que se vem registando na produção tem constituído um dos maiores desafios para o país, pelo que, durante o mandato findo, foram desenvolvidas acções que têm permitido reverter este quadro”. 

Refinação e Infraestruturas

O Chefe de Estado referiu que no domínio da refinação, com o objectivo de aumentar a oferta de derivados do petróleo, a consequente redução da sua importação e o alcance da auto-suficiência em produtos refinados, foi concluído o projecto de ampliação e modernização da Refinaria de Luanda, tendo sido quadruplicada a produção de gasolina. 

 
“Está em curso a construção da Refinaria de Cabinda, cuja primeira fase vai processar trinta mil barris de petróleo por dia, e ainda este ano foi lançada a primeira pedra para a construção da Refinaria do Soyo com capacidade para processar cem mil barris por dia”, disse o Presidente. João Lourenço referiu também à reactivação da construção da Refinaria do Lobito que terá uma capacidade de processamento de duzentos mil barris por dia, à instalação construída em Saurimo para o aumento de armazenamento de combustíveis em terra, com capacidade para armazenar 900 metros cúbicos, bem como às obras em curso para a conclusão da primeira fase do Terminal Oceânico da Barra do Dande, com capacidade para armazenar 582 mil metros cúbicos. 


Gás e Transição Energética

O Presidente da República informou ainda que tendo em conta a importância do gás para o uso doméstico e industrial, foram desenvolvidas acções para a monetização do gás, com realce para a constituição do Novo Consórcio de Gás.


“Irá alavancar a produção de gás não associado e assim aumentar a produção deste recurso, reduzir o défice de fornecimento à fábrica Angola LNG, garantir a geração de energia eléctrica, possibilitar a implementação de fábricas de fertilizantes no Soyo e alimentar a siderurgia de aço no Namibe, quando surgir”.  
Sobre a Transição Energética, João Lourenço disse que a Sonangol e seus parceiros estão a implementar dois projectos de Energia Fotovoltaica nas províncias do Namibe e da Huíla que irão contribuir para o aumento de energias renováveis na matriz energética do país, acrescentando que “estão empenhados na implementação de projectos de Hidrogénio Verde e Biocombustíveis”. 

O Presidente da República garantiu ainda que os recursos minerais, petróleo e gás continuam a ser relevantes para o nosso país.
“Com a sua extracção e transformação, obtemos a maior parte dos recursos necessários para sustentar o desenvolvimento da nossa economia, sublinhou. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Popular

Publicações Relacionado
Relacionado

Angola Lança Relatório Especial do Sector Petrolífero na Angola Oil and Gas (AOG) 2022

O Ministério dos Recursos Minerais, Petróleos e Gás de Angola (MIREMPET) lançou o seu Relatório Especial sobre o Sector Petrolífero durante a cerimónia de abertura da Conferência e Exposição Angola Oil&Gas (AOG) 2022 (http://bit.ly/3UyBCpP) na terça-feira.

Isabel dos Santos vai concorrer à Presidência de Angola se a oportunidade surgir – “Procuraram manchar a minha reputação para venderem a UNITEL aos...

A empresária Isabel dos Santos disse que quer ser candidata à Presidência da República, "se a oportunidade surgir", porque Angola "precisa de um novo futuro político" e diz acreditar que "há muitas pessoas" que vão estar com ela nessa batalha.

Economia timorense está lentamente a recuperar

A economia de Timor-Leste está lentamente a recuperar, depois de uma recuperação de 2,9% em 2021, a economia está no caminho certo para crescer ainda mais 3,0% em 2022", refere o relatório, com o tema "Honrar o passado, garantir o futuro".

Sonangol dá início a construção do segundo Navio petroleiro

O arranque da construção do segundo navio foi formalizado no dia 28 deste mês, na cidade de Mokpo, Coreia do Sul, com a tradicional cerimónia de corte de aço referente ao casco 8021, segundo navio do projecto da tipologia Suezmax.