sábado, dezembro 3, 2022

PDN 2023-2027 reduz peso do sector petrolífero no PIB para 20%

Date:

O Governo projecta, para o ciclo 2023-2027, uma contribuição do sector petrolífero no Produto Interno Bruto (PIB) em torno dos 20 por cento, contra os actuais 28 por cento, que é já um indicador abaixo do peso de 48 por cento registado em 2011.

O ministro da Economia e Planeamento, Mário Caetano João, considera este um caminho difícil, mas encorajador pelo qual a economia angolana está a passar.

“Este é o caminho da diversificação económica em Angola, onde o sector do agronegócio (cadeia de valor da produção vegetal e animal) tem sido o motor”, escreveu o ministro na rede social Linkedin.

Mário Caetano João assumiu que o agronegócio será o grande determinante de crescimento da economia, com o desejo do Governo em posicionar Angola entre os maiores produtores africanos de grãos, em especial milho, arroz, trigo e soja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Popular

Publicações Relacionado
Relacionado

Angola Lança Relatório Especial do Sector Petrolífero na Angola Oil and Gas (AOG) 2022

O Ministério dos Recursos Minerais, Petróleos e Gás de Angola (MIREMPET) lançou o seu Relatório Especial sobre o Sector Petrolífero durante a cerimónia de abertura da Conferência e Exposição Angola Oil&Gas (AOG) 2022 (http://bit.ly/3UyBCpP) na terça-feira.

Isabel dos Santos vai concorrer à Presidência de Angola se a oportunidade surgir – “Procuraram manchar a minha reputação para venderem a UNITEL aos...

A empresária Isabel dos Santos disse que quer ser candidata à Presidência da República, "se a oportunidade surgir", porque Angola "precisa de um novo futuro político" e diz acreditar que "há muitas pessoas" que vão estar com ela nessa batalha.

Economia timorense está lentamente a recuperar

A economia de Timor-Leste está lentamente a recuperar, depois de uma recuperação de 2,9% em 2021, a economia está no caminho certo para crescer ainda mais 3,0% em 2022", refere o relatório, com o tema "Honrar o passado, garantir o futuro".

Sonangol dá início a construção do segundo Navio petroleiro

O arranque da construção do segundo navio foi formalizado no dia 28 deste mês, na cidade de Mokpo, Coreia do Sul, com a tradicional cerimónia de corte de aço referente ao casco 8021, segundo navio do projecto da tipologia Suezmax.