Terça-feira, Maio 28, 2024

Gasoduto Marrocos-Nigéria Recebe Luz Verde

Date:

O Marrocos, Nigéria e a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) assinaram um memorando de entendimento (MoU) para o arranque  da construção do gasoduto Marrocos-Nigéria de quase 5.600 km, avaliado em $25 biliões. 

O gasoduto Marrocos-Nigéria será construído ao longo da costa oeste africana a partir da Nigéria, atravessando o Benin, Togo, Gana, Costa do Marfim, Libéria, Serra Leoa, Guiné, Guiné-Bissau, Gâmbia, Senegal e Mauritânia, até Marrocos de onde será ligado ao gasoduto Maghreb Europe. 

O memorando de entendimento foi assinado pelas partes em Rabat, Marrocos, na presença de representantes da Agência Nacional de Minas e Hidrocarbonetos do país do norte da África (ONHYM) e da Companhia Nacional de Petróleo da Nigéria (NNPC). O projecto será financiado em equidade 50/50 pela NNPC e a ONHYM.  De acordo com a ONHYM, o MoU confirma o compromisso da CEDEAO, bem como o envolvimento de todos os países de passagem, sendo que este projecto estratégico ajudará na melhoria do padrão de vida das populações, integração das economias da sub-região e a redução da desertificação graças a um fornecimento sustentável e confiável de gás. O projecto do gasoduto Marrocos-Nigéria fornecerá gás em toda a África Ocidental, abrindo uma nova rota de exportação para a Europa, através do pipeline Maghreb Europe.  

Além disso, o gasoduto Marrocos-Nigéria exportará gás natural aos países sem litoral como o Níger, Mali e Burkina Faso, trazendo benefícios económicos significativos para a região, por meio do uso de uma energia limpa que atende aos novos compromissos do continente para proteger o meio ambiente. A expectativa é que essa infraestrutura dará à África uma nova dimensão económica, política e estratégica. 

No início deste ano, o Fundo da OPEP assinou um acordo para fornecer um empréstimo de $14,3 milhões para a fase 2 do estudo de engenharia de ponta (FEED) do projeto de gasoduto Marrocos-Nigéria. Estima-se que o estudo FEED de fase 2 tenha um custo estimado de $90,1 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Popular

Publicações Relacionado
Relacionado

China e Noruega pretendem reforçar a cooperação parlamentar com Angola

A presidente da Assembleia Nacional, Carolina Cerqueira, recebeu, quarta-feira, em Luanda, em audiências separadas, os embaixadores da China, Zhang Bin, e da Noruega, Bjornar Dahl Hotvedt, com os quais abordou o plano de cooperação entre os parlamentos.

Proposta de Lei da Actividade Mineira Ilegal é aprovada amanhã

A Proposta de Lei sobre a Actividade Mineira Ilegal volta, amanhã, a ser debatida na Assembleia Nacional para a sua aprovação na especialidade, para que medidas sejam tomadas contra todos os tipos de crimes aos recursos mineirais existentes em Angola.

Mining eventos partilha os progressos das etapas da cadeia de valores na 3º edição do Valentine`s Diamond Show

A Bumbar Mining orgulhosamente apresenta a terceira edição do Valentine’s Diamond Show, no dia 23 de Fevereiro de 2024, pelas 18h a 22h30, no Hotel Diamante em Luanda, um evento que visa promover e destacar os avanços da indústria diamantífera angolana.

Ataque do grupo Codeco mata 46 pessoas na RDC

Um total de 46 pessoas morreu num ataque de um grupo rebelde, o Codeco, contra um campo de deslocados no Nordeste da República Democrática do Congo (RDC) em Junho passado, confirmou ontem a Human Rights Watch (HRW).