Terça-feira, Maio 21, 2024

Falta de contabilidade nas empresas inviabiliza financiamento bancário

Date:

A falta de um sistema contabilístico e organização administrativa de várias empresas, anível da província do Cuanza-Norte, tem dificultado a aprovação de projectos pela banca comercial.

Dados apontam que em N’Dalatando, diz o jornal de Angola, apenas três empresas, das 1.020 existentes a nível local, estão a beneficiar do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e à Substituição das Importações (PRODESI), instituição criada com o propósito de acelerar o processo de diversificação da economia nacional, priorizando o fomento da produção e da exportação nos sectores não petrolíferos, e nas fileiras com forte potencial de substituição de importações.

O programa do Executivo angolano beneficiou apenas três empresas, duas das quais do município de Cambambe e uma no Bolongongo, que receberam um financiamento global de cerca de 300 milhões de kwanzas, todas ligadas ao ramo de exploração agrícola, segundo o Jornal de Angola.

As taxas de juros aplicadas aos projectos do PRODESI rondam os 7,5 por cento, um bom indicador, atendendo que muitos outros programas fora desta índole são assegurados com créditos na ordem dos mais de 20 por cento.

Para adesão ao crédito, a banca exige requisitos à empresa, entre os quais a publicação no Diário da República, Número de Identificação Fiscal e a inscrição dos trabalhadores na Caixa de Segurança Social.

Consta ainda das exigências, dos bancos comerciais, não ser devedor do Estado e possuir resultados financeiros nos últimos três anos que justifiquem a petição do crédito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Popular

Publicações Relacionado
Relacionado

China e Noruega pretendem reforçar a cooperação parlamentar com Angola

A presidente da Assembleia Nacional, Carolina Cerqueira, recebeu, quarta-feira, em Luanda, em audiências separadas, os embaixadores da China, Zhang Bin, e da Noruega, Bjornar Dahl Hotvedt, com os quais abordou o plano de cooperação entre os parlamentos.

Proposta de Lei da Actividade Mineira Ilegal é aprovada amanhã

A Proposta de Lei sobre a Actividade Mineira Ilegal volta, amanhã, a ser debatida na Assembleia Nacional para a sua aprovação na especialidade, para que medidas sejam tomadas contra todos os tipos de crimes aos recursos mineirais existentes em Angola.

Mining eventos partilha os progressos das etapas da cadeia de valores na 3º edição do Valentine`s Diamond Show

A Bumbar Mining orgulhosamente apresenta a terceira edição do Valentine’s Diamond Show, no dia 23 de Fevereiro de 2024, pelas 18h a 22h30, no Hotel Diamante em Luanda, um evento que visa promover e destacar os avanços da indústria diamantífera angolana.

Ataque do grupo Codeco mata 46 pessoas na RDC

Um total de 46 pessoas morreu num ataque de um grupo rebelde, o Codeco, contra um campo de deslocados no Nordeste da República Democrática do Congo (RDC) em Junho passado, confirmou ontem a Human Rights Watch (HRW).