Início Política Cabinda: Governo vai reforçar os serviços de saúde nas comunidades

Cabinda: Governo vai reforçar os serviços de saúde nas comunidades

0
17

A governadora de Cabinda assegurou que a continuidade dos projectos no do-mínio da Saúde faz parte do conjunto de tarefas inscritas no plano de criação de infra-estruturas para dotar de condições essenciais os processos de trabalho, a fim de aproximar os serviços dos utentes.

Mara Quiosa, que aproveitou o momento para levar uma palavra de conforto aos profissionais de saúde, referiu que fazer chegar os cuidados primários de Saúde às comunidades é uma missão grandiosa e, para tal, o Go-verno conta com o apoio de todos os membros do sector.

Acrescentou, a propósito, que a construção de infra-estruturas intermédias, como centros e postos de saúde, na periferia, “é muito importante, porque vai permitir a redução da pressão nos hospitais de nível superior, como o Hospital Geral de Cabinda”. Referindo-se a esta unidade, as autoridades estão a trabalhar para a mesma estar disponível apenas para atender casos mais graves, nomeadamente intervenções críticas e complexas.

A governadora Mara Quiosa fez saber aos profissionais que com a instalação de centros e postos de saúde na periferia, os casos menos graves podem encontrar, a este nível, tratamento desejável e de qualidade.

Para Mara Quiosa, o Governo não só irá construir hospitais intermédios, centros e postos médicos, mas também vai necessariamente apetrechá-los, no intuito de “conferir maior dignidade quer aos profissionais, quer aos utentes.

A governadora de Cabinda defendeu a necessidade de humanização dos serviços de saúde, para se elevar a garantia de cura dos pacientes, que, no seu entender, às vezes, precisam somente de um simples encorajamento, afecto e carinho, tudo aquilo que é possível um profissional de saúde oferecer.

O Governo Provincial de Cabinda vai implementar, no sector da Saúde, com ajuda directa dos profissionais, a humanização dos serviços de parto, por forma a oferecer a gestantes uma assistência médica personalizada, capaz de permitir um parto tranquilo, perfeito e seguro.

Mara Quiosa sublinhou que “só com a implementação desse conjunto de iniciativas, é que será possível melhorar os indicadores de Saúde na província e, assim, reduzir as taxas de mortalidade”.

Este projecto, segundo a governadora, dependerá, em grande medida, da contribuição dos profissionais. “Queremos ajuda dos profissionais para melhorarmos os indicadores de Saúde na província”, apelou Mara Quiosa, realçando a necessidade de os técnicos interagirem com os doentes, pois só desta forma, disse, será mais fácil perceberem o historial clínico do paciente.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui