Domingo, Julho 14, 2024

Executivo aprova bases gerais para a elaboração do PDN 2023-2027

Date:

O Executivo aprovou, sexta-feira, 7 de Outubro, durante a primeira reunião ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros, orientada pelo Presidente da República, João Lourenço, as bases gerais para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) referente ao período 2023-2027.

De acordo com o comunicado final, o PDN, que será o instrumento de planificação para os próximos cinco anos, vai estar alinhado com o Programa de Governo para 2020-2027, mas com foco no desenvolvimento do capital humano, na modernização e expansão das infra-estruturas do país e na intensificação do processo de diversificação da economia.

O documento destaca que os programas do PDN vão ser desenhados tendo em conta os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, contribuindo, deste modo, para a melhoria dos índices de activos humanos e de vulnerabilidade económica, “fundamentais para a graduação de Angola a país de Desenvolvimento Médio”.

Em declarações à imprensa, no final da reunião, o secretário de Estado para o Planeamento salientou que o processo de elaboração do PDN vai ter como prioridade três áreas que considerou essenciais, nomeadamente, o desenvolvimento do capital humano, com destaque para o Emprego, Educação, Saúde, Empreendedorismo e Formação Profissional; a modernização e expansão das infra-estruturas, com o foco na mobilidade, Energia, Águas e Estradas; e, por último, a diversificação da economia, com ênfase no Agronegócio, Indústria, Comércio e Turismo.

 Milton dos Santos Reis disse que as previsões para a conclusão deste trabalho de elaboração do PDN apontam para o primeiro trimestre do próximo ano: “Estamos em crer que, nessa altura, poderemos estar em condições de aprovar este importante instrumento de planeamento”.

Conta Geral do Estado

A Comissão Económica do Conselho de Ministros aprovou, igualmente, na sessão de ontem, a Conta Geral do Estado referente  a 2021, na qual se constata uma receita total arrecadada de 15,22 biliões de kwanzas e uma despesa total executada de 14,42 biliões de kwanzas, resultando, assim, num superávit nominal de 793,99 mil milhões de kwanzas.

Orçamento Geral do Estado

A Comissão Económica do Conselho de Ministros aprovou, ainda, durante a primeira sessão ordinária, o Relatório de Balanço de Execução do Orçamento Geral do Estado (OGE) referente ao II Trimestre de 2022.

 Este documento, esclarece o comunicado da reunião, apresenta os dados e registos sobre a execução do OGE, reflectidos nos balanços orçamental, financeiro, patrimonial e na demonstração das variações patrimoniais.

 Sobre esta matéria, a Comissão Económica do Conselho de Ministros aprovou um relatório que apresenta os limites de despesa para a elaboração do OGE para o próximo ano, que evidencia os tectos de despesas sectoriais referentes aos Órgãos do Sistema Orçamental.

 Este documento enfatiza que o sector social vai continuar a ter prioridade na afectação de recursos, prevendo-se, por isso, que represente 44 por cento da despesa total efectiva.

 O objectivo, refere o comunicado, passa por fortalecer, cada vez mais, o Sistema Nacional de Saúde e o sector da Educação, bem como apoiar as famílias através de medidas que visam proteger os rendimentos, o emprego e a construção de infra-estruturas necessárias ao desenvolvimento.

 A sessão de ontem, da Comissão Económica do Conselho de Ministros, foi informada sobre a situação da greve dos pilotos da TAAG, a garantia dos serviços mínimos para os passageiros, tendo sido realçada a disponibilidade da companhia para o diálogo, de forma a resolver-se o conflito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Popular

Publicações Relacionado
Relacionado

China e Noruega pretendem reforçar a cooperação parlamentar com Angola

A presidente da Assembleia Nacional, Carolina Cerqueira, recebeu, quarta-feira, em Luanda, em audiências separadas, os embaixadores da China, Zhang Bin, e da Noruega, Bjornar Dahl Hotvedt, com os quais abordou o plano de cooperação entre os parlamentos.

Proposta de Lei da Actividade Mineira Ilegal é aprovada amanhã

A Proposta de Lei sobre a Actividade Mineira Ilegal volta, amanhã, a ser debatida na Assembleia Nacional para a sua aprovação na especialidade, para que medidas sejam tomadas contra todos os tipos de crimes aos recursos mineirais existentes em Angola.

Mining eventos partilha os progressos das etapas da cadeia de valores na 3º edição do Valentine`s Diamond Show

A Bumbar Mining orgulhosamente apresenta a terceira edição do Valentine’s Diamond Show, no dia 23 de Fevereiro de 2024, pelas 18h a 22h30, no Hotel Diamante em Luanda, um evento que visa promover e destacar os avanços da indústria diamantífera angolana.

Ataque do grupo Codeco mata 46 pessoas na RDC

Um total de 46 pessoas morreu num ataque de um grupo rebelde, o Codeco, contra um campo de deslocados no Nordeste da República Democrática do Congo (RDC) em Junho passado, confirmou ontem a Human Rights Watch (HRW).