- Publicidade -

Sérvios pretendem investir em Angola

- Publicidade -

A Sérvia vai oferecer a Angola um lote de 50 mil doses de vacinas Sputnik V contra a Covid-19 para ajudar no combate à pandemia, informou o ministro dos Negócios Estrangeiros da Sérvia, Nikola Selakovic.

A classe empresarial sérvia está interessada em investir em Angola nos mais variados sectores, mas a materialização desta pretensão passa pela assinatura de alguns instrumentos legais de cooperação, capazes de impulsionarem as relações económicas entre os dois países.

A informação foi dada, ontem, à imprensa,pelo ministro dos Negócios Estrangeiros da Sérvia, Nikola Selakovic, no final da audiência que lhe foi concedido pelo Presidente da República.
Disse que estes acordos podem ser rubricados num encontro entre os dois Chefes de Estado, a ser acertado pelas diplomacias de ambos países.

“Acreditamos que um encontro desta natureza, entre os dois Chefes de Estado, poderá alavancar investimentos e produzir mais resultados, de tal forma que será um sinal tão forte aos empreendedores sérvios de que poderão encontrar na economia angolana um destino para os seus investimentos”, frisou.

O chefe da diplomacia sérvia disse existir entre os dois Governos, entre cinco a seis acordos que aguardam pela assinatura.

Nikola Selakovic, que visita Angola pela primeira vez, afirmou que alguns desses acordos “de importância crucial” para a relação económica entre os dois países vão servir para atrair quer investidores sérvios para Angola, quer angolanos para a Sérvia.

“Há muito interesse da parte de empresas sérvias em investir em Angola, pese embora já existam algumas a operar no país”, realçou.
Entre os acordos a serem assinados, o diplomata destacou o da promoção e protecção recíproca de investimentos, fundamental para a atracção de empresários sérvios a Angola.

Doação de 50 mil doses da vacinas
O ministro sérvio disse que a audiência com o Presidente João Lourenço serviu, também, para anunciar a doação do Governo do seu país, a Angola, de 50 mil doses da vacina Sputnik V, para reforçar a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Para ontem, estava agendada, no Ministério das Relações Exteriores, a assinatura do acordo para doação das doses. Ao justificar a doação, Nikola Selakovic afirmou que a Sérvia e Angola são “países amigos e irmãos”, que partilham os mesmos valores e desígnios.

Estes valores, referiu, foram reconhecidos, há 60 anos, numa altura em que os países africanos lutavam pela a sua libertação contra o colonialismo e a afirmação dos seus direitos.

Angola na reunião dos Não Alinhados

Uma delegação angolana, chefiada pelo ministro das Relações Exteriores, Téte António, participa, em Outubro, na Sérvia, na conferência comemorativa do 60º aniversário da formação do Movimento dos Países Não Alinhados.
A informação foi avançada, ontem, pelo ministro sérvio dos Negócios Estrangeiros, Nikola Selakovic, depois de ter sido recebido, em audiência, pelo Presidente João Lourenço.

“Esta audiência foi a oportunidade para informarmos o Presidente João Lourenço sobre a realização da referida conferência e exprimimos a nossa esperança de que a delegação angolana possa representar o vosso país naquele certame”, disse.

O encontro, acrescentou, serviu, também, para transmitir “as mais calorosas e cordiais saudações” do Presidente sérvio ao homólogo angolano.

Embaixador chinês

Ainda ontem, o Presidente da República recebeu, em audiência, o embaixador da China em Angola, Gong Tao, com quem abordou assuntos de interesse bilateral.

Em declarações prestadas à imprensa, no termo da audiência, o diplomata chinês informou que o encontro serviu, igualmente, para entregar uma missiva do Presidente chinês e secretário-geral do Partido Comunista daquele país ao homólogo angolano.

Comentários estão fechados.